Quando ensinamos nossos filhos a fracassar

A cada dia aprendemos um pouco mais sobre os nossos medos e como eles ficam escondidos dentro de nós, nas sombras de sentimentos que não conseguimos identificar com facilidade, mas que nos sabotam sem nem percebemos.

 

Um recente estudo denominado de inteligência positiva realizado por Shirzad Chamine, renomado Conselheiro, Coach de CEO’s e professor da Universidade de Stanford, identifica os nossos inimigos internos existentes dentro de cada um de nós.

 

Sabotadores

O autor classifica como sabotadores aquelas vozes que nos fazem acordar as 03 horas da manhã ansiosos, quando temos uma reunião importante no dia seguinte, exaurindo as nossas forças. Ou quando procrastinamos determinadas atividades e depois nos arrependemos de não ter realizado anteriormente.

 

Entretanto, os sabotadores agem assim com a intenção positiva de nos proteger de um possível fracasso. A questão é o limite que daremos a nossa zona de conforto e que é realmente positivo ou não para a nossa vida.

 

Esses sabotadores começam a se formar na nossa infância. Iniciam como guardiões que nos ajudam a vencer ameaças reais e imaginárias e assim conseguimos sobreviver aos primeiros anos de nossas vidas.

 

O nosso cérebro, nos primeiros anos de vida, está preparado para prestar atenção ao ambiente onde vivemos e se ajustar a ele para que possamos suportar o peso emocional que encontramos e assim caminharmos para a idade adulta.

 

Preparadores Emocionais

É exatamente nesse ponto que assumimos a nossa responsabilidade de Pais e nos tornamos preparadores emocionais dos nossos filhos. Cientes dos medos e crenças que possuímos não mais iremos repassar para os nossos filhos e sim eliciar ferramentas poderosas para que eles possam crescer e se desenvolver.

FRACASSO2.jpg

 

Saber Perder

Já citamos no artigo anterior “Seus medos podem virar os do seu filho, como saber e evitar?” algumas frases comuns que repetimos para os nossos filhos: “Você precisa aprender a perder” ou “Você só vai ganhar depois que treinar muito”;

 

Você conhece alguém que já ganhou algo sem  treinar muito? Ou quem gosta de treinar muito todos os dias. Sabemos que o treino é fundamental para qualquer atividade, mas também já entendemos que vitórias são conquistadas dia a dia e às vezes sem muito treino.

 

Reforçar a necessidade de treinamento é fundamental para qualquer atividade só não pode ser utilizada como fator motivacional ou determinante para o sucesso, simplesmente porque não é. Pense bem.

 

Percebam o poder dessas frases e como elas são corriqueiras em nossas vidas. Quantas vezes você já presenciou uma discussão entre irmãos ou amigos jogando vídeo game e falou para o seu filho que ele precisa aprender a perder.

 

            Imagina se a criança aprende a perder, O QUE ESTAMOS ENSINANDO?

É o fracasso. Exatamente isso. Colocamos isso de forma clara e evidente para eles e nem percebemos. Uma criança deve sempre aprender a ganhar, saber identificar os erros de uma derrota para ter o resultado da vitória.

 

Saber perder é a reflexão mais simples, fácil e pobre que podemos dar aos  nossos filhos. Em alguns momentos optamos pelas soluções simples e fáceis porque não sabíamos o seu impacto ou nem mesmo acreditamos neles.

 

A partir do momento que sabemos e entendemos que temos como responsabilidade a preparação emocional dos nossos filhos é que buscamos mais conhecimento para atuar positivamente na sua vida.

 

Veja mais nos posts relacionados ao medo que publicamos aqui no blog e tenha acesso a material exclusivo por meio da lista VIP. Mande seu e-mail para nós!